A Contribuição de Marx para a Teoria dos Movimentos Sociais

Nildo Viana

Resumo


O artigo tematiza a possível contribuição de Karl Marx para a compreensão e análise dos movimentos sociais. Tendo em vista a importância da obra de Marx e sua capacidade explicativa de diversos fenômenos sociais, uma das razões para ser considerado um autor clássico da sociologia, filosofia, e diversas outras áreas do saber, partimos da hipótese de que este pensador traz uma contribuição para a análise dos movimentos sociais. Após alguns comentários sobre como alguns descartaram sua contribuição e como outros a interpretaram, apresentamos as suas principais contribuições para a estruturação de uma teoria dos movimentos sociais. A conclusão é a de que Marx oferece diversas contribuições para uma teoria dos movimentos sociais, desde a metodológica, passando pela teoria da história e do capitalismo, até chegar a alguns apontamentos mais diretos sobre grupos sociais que são base de movimentos sociais.

Palavras-Chave: Marx, Movimentos Sociais, Marxismo, Grupos Sociais, Dialética.


Palavras-chave


Marx, Movimentos Sociais, Marxismo, Grupos Sociais, Dialética.

Texto completo:

Texto Completo

Referências


ALONSO, A., 2009. As Teorias dos Movimentos Sociais: Um Balanço do Debate. Lua Nova, Issue 76.

BELL, D., 1969. O Advento da Sociedade Pós-Industrial. Lisboa: Difel.

BICCA, L., 1987. Marxismo e Liberdade. São Paulo: Edições Loyola.

BORJA, J., 1975. Movimientos Sociales Urbanos. Buenos Aires: Nueva Visión.

BRAGA, L., 2013. Terry Eagleaton Contra os Pós-Modernos. In:: L. e. M. E. BRAGA, ed. Intelectualidade e Luta de Classes. São Carlos: João e Pedro Editores.

CASTELLS, M., 1988. Cidade, Democracia e Socialismo. 2a ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

CASTELLS, M., 1988. Movimientos Sociales Urbanos. México: Siglo XXI.

EAGLETON, T., 1998. As Ilusões do Pós-Modernismo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

GOHN, M. d. G., 2002. Teorias dos Movimentos Sociais. 3a edição ed. São Paulo: Edições Loyola.

GOHN, M. d. G., 2008. Novas Teorias dos Movimentos Sociais. São Paulo: Edições Loyola.

GUNDER FRANK, A. e. F. M., 1989. Dez Teses sobre os Movimentos Sociais. Lua Nova, Issue 17.

JENSEN, K., 2016. Que Fazer?. Goiânia: Edições Redelp.

KORSCH, K., 1983. Karl Marx. Barcelona: Ariel.

LACLAU, E., 1986. Os Novos Movimentos Sociais e a Pluralidade do Social. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 01(02).

LAZZARATO, M. e. N. A., 2001. Trabalho Imaterial, Formas de Vida e Produção de Subjetividade. São Paulo: DP&A.

LEROY, P., 2014. O Vento ou a Vida - O Modo de Vida Capitalista como Modo de Vida Fútil. Marxismo e Autogestão, 01(01).

LOJKINE, J., 1981. Estado Captalista e Questão Urbana. São Paulo: Martins Fontes.

MARX, K. e ENGELS, F., 1982. A Ideologia Alemã (Feuerbach). São Paulo: Ciências Humanas.

MARX, K., 1983. Contribuição à Crítica da Economia Política. 2a ed. São Paulo: Martins Fontes.

MARX, K., 1983. Manuscritos Econômico-Filosóficos. In:: E. FROMM, ed. O Conceito Marxista do Homem. Rio de Janeiro: Zahar.

MARX, K., 1988. O Capital. 3a ed. São Paulo: Nova Cultural.

MARX, K., 1989. A Miséria da Filosofia. 2a ed. São Paulo: Global.

MARX, K., 2006. O Suicídio. São Paulo: Boitempo.

MARX, K. e. E. F., 1979. A Ideologia Alemã. Vol. 2.. Lisboa: Presença.

MELUCCI, A., 1989. Um Objetivo para os Movimentos Sociais?. Lua Nova, 10(17).

OFFE, C., 1989. Trabalho e Sociedade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.

PANNEKOEK, A., 1978. Los Consejos Obreros. Madrid: Zero.

SCHERER-WARREN, I., 1989. Movimentos Sociais - Ensaio de Interpretação Sociológica. 3a ed. Florianópolis: Editora da UFSC.

TOURAINE, A., 1970. A Sociedade Post-Industrial. Lisboa: Moraes.

VIANA, N., 2008. Senso Comum, Representações Sociais, Representações Cotidianas. Bauru: Edusc.

VIANA, N., 2009. O Capitalismo na Era da Acumulação Integral. São Paulo: Ideias e Letras.

VIANA, N., 2010. Cérebro e Ideologia. Jundiaí: Paco.

VIANA, N., 2012. A Teoria das Classes Sociais em Karl Marx. Florianópolis: Bookess.

VIANA, N., 2013. Imaginário e Ideologia - As Ilusões nas Representações Cotidianas e no Pensamento Complexo. Espaço Livre, 7(13).

VIANA, N., 2014. Karl Korsch e a Concepção Materialista da História. São Paulo: Scortecci.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.