Ensino sobre drogas psicoativas e redução de danos emancipatória: proposta de disciplina para graduação, na perspectiva da Saúde Coletiva

Luciana Cordeiro, Beatriz Souza Garofalo Cavalcanti, Celia Maria Sivalli Campos, Thomas Moura Kehl, Cassia Baldini Soares, Vera Lúcia Sant’Anna Martins

Resumo


O fenômeno do consumo de drogas na contemporaneidade apresenta complexidade pouco debatida nas universidades, quase sempre restritas às dimensões medica ou jurídica. A partir dos fundamentos da saúde coletiva, a disciplina “Drogas Psicoativas: Prevenção e Redução de Danos” vem sendo ministrada para estudantes de diferentes cursos da USP. Objetiva-se apresentar o programa da disciplina e os projetos de ação educativa elaborados pelos estudantes.

Palavras-chave


Drogas; Saúde Coletiva; Educação

Texto completo:

Texto Completo

Referências


ALMEIDA, Alva; TRAPÉ, Carla; SOARES, Cassia. Educação em saúde no trabalho de enfermagem. In: SOARES, Cassia; CAMPOS, Celia (org). Fundamentos de saúde coletiva e o cuidado de enfermagem. São Paulo, Manole, 2013, pp.293-324.

CHAUÍ, Marilena. O que é ideologia. 1980. Disponível em: http://www.nhu.ufms.br/Bioetica/Textos/Livros/O%20QUE%20%C3%89%20IDEOLOGIA%20-Marilena%20Chaui.pdf Chauí 23/07/2015. Acesso em: 23 jul. 2015.

CARNEIRO, Henrique. As necessidades humanas e o proibicionismo das drogas no século XX.Outubro. Num.6, 2002, pp.115-128.

CORDEIRO, Luciana. Formação de agentes comunitários de saúde para o desenvolvimento de práticas de atenção básica relativas ao consumo prejudicial de drogas.[dissertação mestrado]. São Paulo, Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, 2013.

CSDH. Closing the gap in a generation: health equity through action on the social determinants of health. Final Report of the Commission on Social Determinants of Health. Geneva, World Health Organization, 2008.

LAURELL, Asa. La salud-enfermedad como processo social. Rev Latinoam de Salud. num. 02, Abril de 1982.

NAPPO, Solange. Epidemia! Existe para o crack? [Apresentado no II Simpósio Crack. São Paulo: UNIFESP/CEBRID; 2012]

MARTINS, Vera. A política de descriminalização de drogas em Portugal. Serv. Soc. Soc., num. 114, abril/junho de 2013.

SANTOS, Vilmar. O objeto/sujeito da redução de danos: uma análise da literatura da perspectiva da Saúde Coletiva. [dissertação mestrado]. São Paulo, Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, 2008.

SANTOS, Vilmar; SOARES, Cassia; CAMPOS, Celia. Redução de danos: análise das concepções que orientam as práticas no Brasil. Physis Revista de Saúde Coletiva, num.3, v.20, 2010.

SOARES, Cassia; VIANA Nildo; CAMPOS Celia. Reprodução social e o processo saúde-doença: para compreender o objeto da saúde coletiva. In: SOARES, Cassia; CAMPOS, Celia (org). Fundamentos de saúde coletiva e o cuidado de enfermagem. São Paulo, Manole, 2013, pp.107-142.

SOARES, Cassia; CAMPOS, Célia. A responsabilidade da universidade pública no ensino da prevenção do uso prejudicial de drogas. O mundo da saúde. num.1, v.28, 2004.

SOARES, Cassia Baldini. Consumo contemporâneo de drogas e juventude: a construção do objeto na perspectiva da Saúde Coletiva [tese livre-docência]. São Paulo, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.