As idas e vindas do sujeito da ação: causalidade e motivação em O Suicídio de Émile Durkheim

Fernando Neves

Resumo


Retomam-se aqui os argumentos principais acionados por Émile Durkheim na obra O suicídio (1897) para a explicação das taxas de suicídio, enfatizando-se as contradições e evasivas teóricas em torno do “sujeito da ação”, por meio da contraposição entre os princípios de “motivação” e de “causalidade” na obra em questão.

 

 

 

This article summarizes the main arguments used by Émile Durkheim in his work The Suicide (1897) for the explanation of suicide rates, emphasizing the contradictions and theoretical evasions about the "subject of the action" through the contrast between the principles of "motivation" and "causality" in the work in question.


Texto completo:

Texto Completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.