Mundo Artístico e Underground Na “Música Pesada” Amazônica: Heavy Metal Paraense, Mídia Escrita/Sonora e Indústria Fonográfica (1986-1996)?

Bernard Arthur Silva

Resumo


Neste trabalho, busca-se entender, uns dos aspectos do “mundo artístico” (Becker, 2010) do Heavy Metal paraense: a mídia impressa/sonora e a indústria fonográfica, presente entre 1986 e 1996, em Belém. O seu caráter ora “tradicional” para os ouvintes em geral, ora “segmentado” e “direcionado” para um público específico (os headbangers), produz um significado único, para esse período da “música pesada”, na Amazônia. Utilizando os conceitos de “underground” (Weinstein, 2000) e “mundo artístico”, pode-se compreender a construção histórica da “cena musical” metálica de Belém e sua “prática urbana” (Campoy, 2008, Janotti Júnior, 2004). Jornais, fanzines e “fontes orais” (Holanda e Meihy, 2011), são “testemunhos da época” (Bloch, 2001), que contribuem para esse debate.

Palavras-chave: Heavy Metal; Mundo Artístico; Underground


Palavras-chave


Heavy Metal; Mundo Artístico; Underground

Texto completo:

Texto Completo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.